Burberry fall 2024 – a busca por equilíbrio entre a tradição e contemporaneidade

Sei que já estamos no embalo da Milão Fashion Week, mas não posso deixar de passar em branco da marca que mais exala o ar londrino, a Burberry.

Mais uma vez, Daniel Lee optou por nos encantar em um cenário externo, escolhendo o encantador Victoria Park como palco para sua apresentação. Desde que assumiu o papel de diretor criativo, ele prometeu uma Burberry renovada, mas sem abrir mão da tradição que tanto amamos. E o desfile da coleção Fall 2024 foi a prova viva de que ele está cumprindo sua promessa com maestria, elevando a marca a novos patamares de sofisticação e contemporaneidade.

A passarela foi dominada por ícones britânicos, como Lily Cole e Naomi Campbell, que desfilaram com uma elegância incomparável. Os looks apresentados mesclavam elementos clássicos da Burberry com toques modernos e inovadores, resultando em uma coleção que nos transportou para uma jornada de estilo e glamour, fala sério, tem melhor? Os trench coats, em sua versão em couro, foram verdadeiros destaques, nos passando uma vibe de luxo e atitude que capturou a atenção de todos os presentes. Tudo isso ao som da  voz inconfundível de Amy Winehouse, o público era envolvido por uma atmosfera 100% londrina

Sobre as peças, o verde musgo, evocativo dos uniformes do exército britânico, esteve em evidência, adicionando um toque de autenticidade e tradição à coleção. Lenços na cabeça, calças volumosas, tricôs com decotes em V e maxicachecóis foram alguns dos elementos que marcaram presença, cada um contribuindo para criar um visual que era ao mesmo tempo atemporal e moderno.

A missão de Daniel é clara: resgatar todo aquele espírito cool britânico que tanto marcou os anos 90 e reinventá-lo para os tempos modernos. E, ao meu ver, ele está cumprindo essa meta muito bem. A marca continua a nos encantar e surpreender a cada temporada, reafirmando seu lugar como uma das marcas mais icônicas e influentes da moda. Mas e vocês, também amam todo o  charme inconfundível da Burberry?

Beijos, Lalá!

NYFW – O drama sombrio de Thom Browne

O retorno triunfal de Thom Browne à NYFW foi um verdadeiro espetáculo de drama e elegância sombria. Depois de uma ausência , o designer encerrou sua passagem pela semana de moda nova-iorquina com uma exibição verdadeiramente memorável.

A fonte de inspiração para sua coleção de retorno, o poema “The Raven” de Allan Poe, datado de 1845, adicionou uma camada de profundidade e mistério ao desfile. A história do estudante enlutado e seu encontro com um corvo sinistro, cujas respostas monótonas ecoavam o desespero, serviu como a base perfeita para Browne criar uma narrativa visual envolvente.

Cada peça desfilada parecia contar sua própria história, com referências sutis ao poema permeando toda a coleção. Desde redes adornadas que evocavam a imagem de pássaros em voo até os casacos adornados com corvos e a emblemática frase “...nevermore...” bordada, a atmosfera de mistério estava presente em cada detalhe.

As rosas, símbolo de amor e luto, adicionaram um toque de melancolia à estética geral, uma homenagem comovente à tradição de deixar flores no túmulo de Poe. A fusão entre o fantástico e o real, entre o sonho e a melancolia, elevou o desfile a uma experiência cinematográfica, digna de um conto de Tim Burton

Os looks apresentados exibiam uma estética coquete com um toque gótico, onde laços, transparências e brilhos eram tingidos de preto, emprestando ao conjunto uma aura sombria e sedutora. Foi um espetáculo de moda que desafiou convenções e levou o público a uma viagem através do tempo e da imaginação.

enfim, o desfile de Thom Browne foi um ponto alto na NYFW, uma exibição magistral de alta costura em meio aos desfiles comerciais desta semana de moda. E você, o que achou dessa jornada pelo mundo sombrio e fascinante de Browne? Conta pra mim!

Beijos, Lalá!

NYFW – um toque latino com na elegância de Carolina Herrera

Vamos falar sobre o desfile incrível da Carolina Herrera na NYFW? Ontem, segunda-feira (12.02), em Nova York, foi um espetáculo de elegância e estilo, como sempre! E o tema deste ano foi uma verdadeira homenagem à jornada de Carolina Herrera, a própria musa inspiradora.

Sob a direção criativa de Wes Gordon desde 2018, a apresentação foi uma ode à história da moda e à influência latina de Herrera. Gordon mergulhou no livro “Portrait of Fashion Icon”, que retrata a trajetória da designer, e trouxe à vida uma coleção que exala sofisticação e cultura.

A fusão das origens latinas de Carolina com elementos clássicos da cultura americana resultou em uma variedade de looks deslumbrantes. Babados volumosos, silhuetas marcadas e decotes generosos foram inspirados na moda latina americana, enquanto elementos clássicos da cultura norte-americana foram habilmente entrelaçados.

E vamos falar das tendências? O desfile estava repleto de tudo o que está bombando no mundo da moda. Desde a estética mob wife até a delicadeza do coquette core, com saias e vestidos adornados com camadas e babados florais em tons pastel, além da tendência dos balones em saias longas e vestidos curtos. O vermelho reinou como cor destaque, e os ombros, ah, os ombros! Eles foram o grande diferencial, com mangas ousadas e recortes bufantes, adicionando um toque de drama e glamour aos looks.

Ao longo dos últimos seis anos à frente da marca, Wes Gordon tem sido incrível em manter o respeito à tradição, mas este desfile foi uma lembrança poderosa da importância de honrar nossas raízes. Foi uma coleção encantadora, que nos lembrou da beleza e da força da cultura latina. Agora, me contem, entre todas as peças deslumbrantes, qual foi a sua favorita?

Beijos, Lalá!

Estilo infantil: algumas marcas de luxo que apostam nos pequenos

Quando nossos pequenos chegam ao mundo, nossos corações se enchem de amor e dedicação, e queremos oferecer-lhes apenas o melhor, não é mesmo? É por isso que nos encantamos com as marcas de luxo que trazem toda a sua elegância também para as seções infantis, adicionando um toque de charme aos visuais dos nossos filhos.

BURBBERY

A marca britânica de renome, não decepciona. Sua coleção infantil é uma verdadeira obra de arte, abrangendo desde os recém-nascidos até os mais crescidos. Entre suas peças, encontramos camisas, vestidos, polos, calças jogger e até mesmo os clássicos trench coats e cachecóis de cashmere xadrez, enchendo os corações dos pais de orgulho e ternura.

GUCCI

Na seção infantil da Gucci, o encanto continua. Além das peças emblemáticas da marca, encontramos acessórios como mochilas, sapatilhas, bolsas, gravatas e lenços, todos com um toque de delicadeza e sofisticação. E para os recém-chegados, há até mesmo itens de cuidados adornados com o logo da marca, mostrando como a Gucci pensa em cada detalhe para nossos pequenos tesouros.

RALPH LAUREN

Uma marca que transmite tradição e elegância, também conquista nossos corações com sua coleção infantil. Desde os primeiros dias até os primeiros passos, suas peças, como cardigans, vestidos e pollos, carregam consigo o charme e a sofisticação que são marca registrada da Ralph Lauren.

Vestir nossos filhos com essas peças é mais do que apenas uma tarefa diária, é um momento de conexão e afeto. Ver o Pe e a Lulu brincando, explorando o mundo com suas roupinhas, enche meu coração . É uma experiência que valorizo a cada momento. E vocês, já encontraram uma marca favorita para vestir seus pequenos? Conta pra mim!

Beijos, Lalá!

Grammy 2024 – Os looks mais deslumbrantes do red carpet

No último domingo, dia 4 de fevereiro, o mundo da música se reuniu para celebrar os melhores artistas da atualidade no prestigiado evento do Grammy. E, é claro, não podemos deixar de destacar os looks que brilharam no red carpet desta noite luxuosa.

Começando com uma verdadeira estrela, Taylor Swift, vencedora do prêmio de Melhor Álbum do Ano. A cantora encantou em um deslumbrante vestido de alta costura by Schiaparelli, complementado por elegantes luvas pretas, adicionando um toque romântico ao seu visual.

Madison Beer optou por um design romântico e sensual, com uma cintura marcada e um vestido deslumbrante criado por Marmar Halim, uma talentosa designer originária do Egito. Sua escolha por uma designer não convencional adicionou um elemento extra de surpresa e sofisticação ao seu visual.

O branco pareceu ser a cor predominante da noite, e o traje da atriz Kat Graham certamente se destacou. Com um modelo ousado de Stephane Rolland, repleto de recortes e uma cauda deslumbrante, combinado com um colarinho adornado com pedras, ela irradiou elegância e glamour.

E quem não poderia passar despercebida foi a sensacional Miley Cyrus, que não apenas ganhou seu primeiro Grammy, mas também brilhou em um macacão deslumbrante de pedras projetado por Bob Mackie, o queridinho das divas pop como Cher e Tina Turner. Para o tapete vermelho, Miley optou por uma criação única, totalmente composta por alfinetes, cortesia da Maison Margiela, destacando sua individualidade e estilo ousado.

No geral, todas as celebridades brilharam no tapete vermelho, cada uma trazendo sua própria personalidade e estilo único. Mas e você, qual foi o seu look favorito? Conte para nós nos comentários!

Beijos, Lalá!