OS 3 ANOS DO PEDRO!

Hoje é aniversário do meu urso, Pedro faz 3 aninhos ❤️ Nem preciso comentar o tanto que nos sentimos felizes e abençoados por aqui, né? Como o aniversário dele caiu durante a semana, optamos por comemorar no último domingo (12) para poder celebrar essa data com nossa família e amigos queridos. Pela primeira vez, o Pedro que escolheu o tema da sua festinha! Um marco importante para toda mamãe, né? E como meu filho é simplesmente FASCINADO por todas as histórias envolvendo o Lobo Mau, ele escolheu o personagem como tema. A partir daí, a Paula Baracat e equipe fizeram a mágica acontecer! E nada lembra mais o Lobo Mal do que a famosa história da Chapeuzinho Vermelho, né? Sem falar que Lulu de Chapeuzinho e Pedro de Caçador… tem coisa mais linda? Ainda mais nos looks desenvolvidos exclusivamente pela Petit Cherie, que mesmo sendo focada em roupas para meninas, criou a roupinha mais perfeita para o Pedro!

Depois de fecharmos o conceito, a Paula desenvolveu toda a identidade visual da festa – desde a referência do bolo e dos doces decorados até a decoração do local – e nossos fornecedores mais que maravilhosos fizeram tudo acontecer! As árvores naturais e arranjos florais da Estúdio MAM e os móveis da Bendito Amor – como os troncos de madeira que usamos para a mesa dos doces – fizeram toda a diferença na hora de montar nossa floresta particular! Os doces também foram essenciais para contar nossa história: os docinhos decorados da Docices, além de deliciosos, ainda incrementavam a decoração com muito charme, as lascas de chocolate personalizadas da Maricota Sweets deram um toque ainda mais rústico à decoração e o bolo The King Cake arrematou toda a identidade da festa – como sempre, arte em forma de açúcar!

Na entrada, os balões coloridos da Alpha Balloons garantiram aquele ar de festa de criança, mas com muita sofisticação e bom gosto… sou fã! Sem falar que o Pedro AMA balões! E claro que não poderia faltar muita diversão para a garotada, né? Os personagens da Manto Produções fizeram a alegria das crianças com muitas brincadeiras, a banda O Jardineiro e a Flor cantou muito com e para os pequenos, e a Carol Arteira montou uma oficina onde as crianças podiam personalizar capas do Lobo ou da Chapeuzinho. Foi um sucesso sem fim! Para levar um pouquinho desse encanto pra casa, a lembrancinha das crianças era uma cestinha com muitas gostosuras; e para os adultos, uma versão mais madura com os deliciosos biscoitos da BK Biscuiterie Artisanale. E por fim, todos os momentos ficaram eternizados pelas câmeras da Cátia Herrera e Marcelo Vita, que registraram tudo em fotos, e da Infante Filmes, que transformou tudo em um filme inesquecível!

E que venham os 2 aninhos da Lulu 😍

Beijos, Lalá.

CELEBRAÇÃO EM DOBRO: BATIZADO E 1 ANO DA LULU

Quem me conhece sabe o quanto eu sou apegada e devota à minha família, e nada mais especial que o primeiro aninho da nossa Lulu para merecer uma big comemoração! Claro que dessa vez não deu pra ser tão BIG assim, mas caprichando nos pequenos detalhes conseguimos planejar uma celebração à altura! Como o batizado da Lulu atrasou devido ao isolamento social, juntamos dois momentos importantes para festejar com familiares e amigos muito próximos. Nosso sábado começou na Igreja Nossa Senhora do Brasil – não tenho nem palavras para descrever a emoção que foi consagrar nossa Lulu na mesma igreja em que eu e Diego casamos e batizamos Pedro também. Mais especial, impossível!

Depois do batizado, voltamos para casa, onde a Paula Bacarat e as meninas da Estúdio Matre prepararam a decor mais linda do mundo inspiradas no tema que eu escolhi: Arco Íris, o símbolo da nossa aliança com Deus e que representa perfeitamente o que a Maria Luísa é para mim! Para arrematar a decoração, o pessoal da Estúdio MAM montou um verdadeiro arco íris de flores, com flores da Veiling Holambra e orquídeas por Marcelo Almeida Orquídeas. Os móveis da Santa Festa deram aquele up para receber nossos convidados com muito conforto e cada item da nossa mesa posta foi feito sob medida pelo Atelier Tavola – ainda estou apaixonada pelos pratos estampados com o monograma da Lulu! Para entreter nossas crianças, o Ateliê da Carol Arteira montou uma oficina super lúdica e interativa que foi sucesso total, e para nossas lembrancinhas idealizamos um arranjo de flores com vasos em prata da Prataria Santa Rita que ficou um charme só! Por último, mas nem de longe menos importante, o buffet impecável do Grecco Coppola – a massa ao molho de parmesão no queijo parmesão estava perfeita! – e nosso bolo decorado em açúcar, pirulitos de chocolate e docinhos do The King Cake fizeram a alegria de todos nesse dia mais que especial ❤️

Beijos, Lalá.

MESVERSÁRIO: AS 11 COMEMORAÇÕES DA LULU

Da pra acreditar que a próxima festinha da Lulu vai ser de 1 aninho? Eu mesma quase não acredito que passou tão rápido… Nossa princesinha cresceu linda, forte e cheia de saúde! Para celebrar a trajetória da minha bebê em seu primeiro aninho de vida, claro que eu tinha que fazer uma retrospectiva de cada momento, né? Como vocês já devem saber, eu amo contar histórias e comemorar cada marco importante para aquilo que eu tenho de mais valioso: minha família ❤️ Com a Maria Luísa não tinha como ser diferente – cada mês ganhou um significado e uma celebração especial em torno daquilo que a chegada da Lulu simboliza para nós e de cada marco do seu crescimento! A esperança simbolizada pelo arco-íris, o desejo que fazemos a uma estrela, a transformação que as borboletas representam, a primeira vez que ela conheceu o mar, sua primeira visita a nossa querida fazendinha… tudo foi ludicamente representado a cada mesversário magicamente orquestrado pela equipe da Estúdio Matre e meus parceiros da The King Cake e Le Infance. Vamos acompanhar juntos esses momentos?

E agora só nos resta esperar o primeiro aninho da Lulu!

Beijos, Lalá.

MINHA EXPERIÊNCIA QUANTO À INTRODUÇÃO ALIMENTAR DOS MEUS FILHOS

As mamães que me acompanham têm me perguntado bastante sobre a introdução alimentar (IA) da Maria Luísa, principalmente quando comparada ao método que usei para introduzir alimentos na dieta do Pedro. Ontem compartilhei alguns “achismos” nos meus stories do Instagram e esclareci algumas dúvidas frequentes, também. Para complementar essa informação tão útil para nós mamães, resolvi trazer mais detalhes sobre o tema também neste post, explicar melhor o que é cada método e aportar algumas informações científicas. Vamos lá?

QUANDO COMEÇAR A IA?

Antes de escolher um método de introdução alimentar, é importante que cada mamãe e papai entenda o momento certo para dar início a esse processo. A Organização Mundial da Saúde recomenda oficialmente que os pais comecem a complementar a nutrição com leite materno, oferecendo alimentos ao bebê a partir de seus 6 meses de idade. Essa idade pode variar, contudo, de acordo com as necessidades específicas para o desenvolvimento de cada bebê. Por isso, consulte seu pediatra para iniciar e acompanhar todo este processo.

QUAIS SÃO OS MÉTODOS PARA A IA

Há dois métodos principais para introduzir alimentos à dieta dos bebês. O primeiro deles se pauta nas tradicionais “papinhas”. Segundo o Manual de Orientação do Departamento de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria, nesse método recomenda-se que a alimentação complementar do bebê seja espessa e oferecida com colher, evoluindo gradativamente até a ingestão de alimentos mais sólidos. O segundo método, o BLW, conta com uma abordagem alternativa e que tem ganhado muitos adeptos em todo o mundo. 

O QUE É O BLW?

O método BLW nada mais é que a abreviação do termo Baby-led Weaning, que traduzido do inglês significa “desmame guiado pelo bebê”. Assim nomeado pela agente de saúde britânica Gill Rapley, o BLW se baseia na premissa de que a introdução alimentar tradicional era recomendada quando acreditava-se que o bebê necessitava de alimentação complementar ao leite materno já aos 3 meses de idade. O BLW defende que, a partir dos 6 meses, as capacidades motoras e desenvolvimento do bebê já permitem uma IA pautada em alimentos sólidos, e é nisso que se difere do método tradicional.

COMO FAZER O BLW?

Um dos grandes atrativos do BLW é a possibilidade de oferecer ao bebê elementos da própria refeição familiar. Outra vantagem é que o método dá a oportunidade ao bebê de conhecer novas texturas e sabores, e a identificar o gosto de cada alimento – algo mais difícil no método tradicional, já que as papas misturam alimentos em um único sabor. Para fazer o BLW, é essencial disponibilizar alimentos apropriados e cortados em formatos que permitam que o bebê os ingira com as próprias mãos. É importante achar o equilíbrio entre a autonomia que é oferecida ao bebê durante a alimentação e os cuidados necessários, para que assim ele possa comer com as próprias mãos, tendo uma experiência sensorial e segura. Paciência e atenção são palavras chave nesse processo.

MINHA EXPERIÊNCIA

É claro que cada mamãe deve, com o conselho de seu pediatra, seguir o método que julgue mais seguro para seu filho. No meu caso, o BLW trouxe resultados incríveis para a alimentação e desenvolvimento do Pedro. O Pedro come absolutamente tudo, sem tempo ruim e com muito gosto! A única comida que ele recusou até hoje foi a berinjela. Se isso foi resultado do BLW ou não, não dá para afirmar com certeza, mas é um fato que este método amplia o paladar infantil, já que cada alimento representa uma experiência e um gosto diferente para o bebê. No caso da Maria Luísa, como ela nasceu prematura e, portanto, o ganho de peso é sempre uma questão, optamos pelo método tradicional, uma vez que o BLW exige muito mais tempo para que o bebê coma, ao passo que com a papinha o bebê tem mais facilidade para comer em maiores quantidades e, consequentemente, a ingestão calórica é maior. Outro ponto que nos levou a optar pelo método tradicional foi o episódio que vivemos com um engasgue do Pedro. Passamos por dias muitos complicados na UTI depois que o Pedro se engasgou com um grão de milho e, querendo ou não, isso nos trouxe um certo trauma. É importante ressaltar, contudo, que isso não exclui os benefícios do BLW, apesar de salientar a importância de ter a atenção e os cuidados redobrados neste método.

Por fim, reforço mais uma vez a necessidade primordial de ter o acompanhamento de um pediatra para qualquer método de IA. E ah, não deixe de compartilhar dicas, dúvidas ou experiências aqui nos comentários!

Se quiser saber mais sobre esse assunto, tenho dois IGTVs disponíveis com a Bruna Lima, especialista em introdução alimentar! Você pode assistir aos vídeos clicando aqui para o vídeo 1 e aqui para o vídeo 2.

Beijos, Lalá.