TOSCANA & PORTOFINO

Depois de voltar da Itália, quando acordei em São Paulo tive dúvida se vivi mesmo tudo aquilo por um mês ou se foi um sonho! Gente, que viagem especial, tudo saiu melhor do que eu esperava! Desde a hospedagem, passando pelos restaurantes e pelos passeios, sem falar da paisagem deslumbrante, foi tudo incrível! Eu, que sou mais de viver a viagem e sentir o dia do que planejar, aproveitei demais as dicas de amigos, e é claro que vou deixar tudo registrado por aqui! Afinal, dica boa é pra ser compartilhada!

Vamos começar pelo meu itinerário! Cheguei na Itália por Florença e saímos para bater perna sem rumo! Tem programa mais gostoso? Por lá já aproveitamos aquela arquitetura maravilhosa e uma boa massinha. Fui pra Itália pra isso, minha gente! Chegamos começando os trabalhos hahaha. No dia seguinte, eu, Diego e as crianças já seguimos viagem para o interior da Toscana, onde ficamos durante toda a viagem. Pensem em uma road trip com cenários cinematográficos! É assim o caminho para a Villa Due SS, uma villa dentro de uma vinícola, verdadeiro paraíso onde ficamos hospedados! Além da vinícola completa, o local abriga três casas rurais, cujas construções datam de aproximadamente quatrocentos anos. Vou contar mais detalhes em outro post, esse lugar mereçe! Escolhemos ele para ser nossa base por ficar perto de diversas cidades turísticas medievais e históricas, onde sabíamos que teríamos muitas opções de restaurantes e de passeios tranquilos para fazer com as crianças. 

A primeira cidade que conhecemos foi San Gimignano, um dos principais destinos turísticos da Toscana e Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Paramos para conhecer a gelateria Dondoli, eleita várias vezes a melhor do mundo. Eu, que AMO sorvete, já fiz um post aqui só sobre as gelaterias que conheci na viagem! Na cidade também estava acontecendo uma exposição de jogos da época medieval, super interessante!

No dia seguinte, o passeio foi acompanhado do bater de sinos da igreja em Casole D’Elsa, onde aproveitamos para fazer as compras de mercado. Pensem na quantidade de massas artesanais vendidas prontas… uma delícia!!! Outra micro cidade super charmosa é Mensano, onde tivemos um jantar dos deuses. Lá, quase não passa carro, então as crianças puderam ficar o tempo todo correndo e se divertindo. Tem coisa melhor? Aproveitamos demais a vibe de jantar com sol, já que lá demora para cair a noite no verão. Esses dias sem fim eram uma delícia! Na Osteria del Borgo comi uma das melhores massas trufadas da minha vida, com o melhor valor que já vi: 18 euros. Dá pra acreditar?! Amamos tanto que repetimos, nosso favorito!

A próxima cidade da tour foi Volterra! Muito linda e fresca, indico para quem prefere turistar por lugares menos lotados. Almoçamos em um restaurante na pracinha, curtindo a tranquilidade e a brisa gostosa do dia! 

Agora, Siena é parada obrigatória, viu? Também Patrimônio da Humanidade pela Unesco, chegou a disputar com Florença o posto de cidade mais influente da região. Ela faz jus à fama de lugar romântico dos que só se encontram na Toscana, com seu Centro Histórico medieval super charmoso e muito bem preservado. A Catedral de Siena é um dos cartões-postais da cidade, e olha… é uma das igrejas mais lindas que já visitei – já conhecia e fiz questão de ir de novo! Ela foi toda construída em estilo romântico-gótico, sou encantada pela fachada de mármore. Linda demais!!

Em mais um dia de busca por cidades especiais, fomos para San Galgano, conhecida por sua igreja, cujo teto é aberto em formato de cruz, e cujas janelas emolduram o céu. O lugar é muito mais bonito do que eu imaginava, e além de lindo, é impactante! Almoçamos no restaurante que fica ao lado da igreja, o prato principal foi uma deliciosa bisteca fiorentina, vale muito o programa!

Seguimos para a super pequena, mas super charmosa Monteriggioni. Em trinta minutos conseguimos dar uma volta na cidade toda e terminamos tomando um sorvete na pracinha. Voltamos para Casole d’Elsa, onde estava acontecendo o festival da bisteca, programa tradicional da cidade que acontece em 4 domingos por ano. Funciona assim: você passa em um açougue, compra a sua carne, paga uma taxa para assar na praça, e ganha uma salada e uma sobremesa. Toda a cidade participa e as crianças ajudam a servir! Amei muito esse programa típico!

De volta à Florença, visitamos a Galeria da Academia de Belas Artes, onde está Davi, uma das esculturas mais famosas do artista renascentista Michelangelo. Jantamos no restaurante Paoli e eu conheci o melhor sorvete que já provei na vida na gelateria Vivoli, tradicional da cidade! 

Outro lugar lindo que conhecemos na Toscana foi o Castello di Casole! Uma das maiores propriedades privadas da Itália, o edifício principal é um castelo antigo, rodeado por colinas e vinhedos a perder de vista. Lugar com muitas flores e por do sol super especial! Jantamos no restaurante Tosca, que fica no local. Vale super a pena!!!

Saímos do interior e seguimos de carro em direção ao litoral. Próxima parada: Portofino! Este foi um grande desafio para mim como mãe, pois nunca havia dirigido sozinha por estrada com meus filhos, mas já que estávamos na Itália… encarei o medo! O percurso foi mais longo do que imaginei, apesar de fácil. Conquistei um desafio, mais um sonho realizado nesse país mágico! E a recompensa foi enorme, a cidade é muito mais linda do que eu esperava. Fiquei verdadeiramente impactada! Segui a dica da minha amiga Rafa Albuquerque, que estava na cidade uma semana antes e me orientou em tudo que precisei! Ô sorte! Chegamos com tudo organizado e reservado no beach club perfeito para passar o dia com as crianças. Fomos andando do hotel até o Bagni Bosetti com as crianças no carrinho, e quando chegamos, fiquei surpresa com a perfeição do lugar. Praia de areia, chuveiro com água quente, cadeiras legais para alugar com toalhas e o melhor de tudo: mar cristalino, quentinho e sem ondas. Quero mais o que? Eu, que tenho pavor de água fria, estava no paraíso! Fiquei mais de quatro horas nadando com as crianças, pura diversão! Ao fim do dia jantamos no restaurante Delfinos. Localizado na praça principal, achava que fosse sentar um restaurante pega turista, mas me enganei! Admiramos a paisagem, o astral italiano, e a comida estava DIVINA! Para o segundo dia, tinha organizado ficar na prainha do hotel que reservei, mas quando cheguei lá, percebi que não tinha estrutura para as crianças. Mandei Whatsapp para o Bagni Bosetti, mas não obtive resposta. Liguei e disseram que não havia mais vagas para o dia. Vinte minutos depois confirmaram a reserva por mensagem. Por isso digo: pela Itália, insistam para serem atendidos nos lugares! Pode dar certo, mesmo! Ficamos hospedados em Portofino, mas tudo lá é tão colado que não é necessário. Conseguir hotel por lá é difícil – mais uma benção que eu tive, pois reservei de última hora. Fui embora de Portofino já pensando em voltar. Que lugar, que astral!! Vivi tudo que amo: praia perfeita, momentos em família, memórias afetivas, comida boa e fácil locomoção. Tudo muito além do que imaginei, apenas surpresas boas. Para quem pensa em visitar eu recomendo demais! 

Listei abaixo todos os passeios que fizemos e vou falar só sobre os restaurantes com mais detalhes em outro post, hein?! Se seguirem essas dicas, não tem como dar errado! E viva a Itália!! 

PASSEIOS

Florença – Galeria da Academia de Belas Artes; praça principal da cidade. 

San Gimignano – Sorvete Dondoli na praça principal da cidade.

Casole D’Elsa – Festival da Bisteca.

Siena – Catedral de Siena; praça principal da cidade.

San Galgano – Abbazia di San Galgano.

Portofino – Bagni Bosetti Beach Resort.

Beijos, Lalá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *